top of page
Buscar
  • Foto do escritorErica Alonso

NCL adiará entrega do terceiro e quarto navios da classe Prima.

Um dos navios da classe Prima é o Norwegian Viva. que tem lançamento previsto para agosto de 2023.

Segundo informações da Travel Weekly, a Norwegian Cruise Line anunciou que adiará a entrega do terceiro e do quarto navios da classe Prima, devido a atrasos no estaleiro relacionados a restrições na cadeia de suprimentos. A informação foi divulgada pelo CFO da Norwegian Cruise Line Holdings, Mark Kempa. De acordo com ele, a entrega do terceiro e do quarto navio da classe Prima está atrasada em um período de quatro a cinco meses cada.


No relatório de resultados do terceiro trimestre da empresa, foi apontado o impacto do Covid-19 nos estaleiros, a invasão russa na Ucrânia e outros eventos macroeconômicos como responsáveis por atrasos nas entregas dos navios. Em agosto, a NCL adiou a estreia do Norwegian Viva em 2023, também citando problemas na cadeia de suprimentos. A armadora informou, ainda, que poderá modificar suas novas construções no futuro para torná-las mais sustentáveis, o que resultaria em atrasos adicionais.


O plano da NCL seria lançar um navio da classe Prima por ano, de 2022 a 2027, começando com o Prima, que estreou em agosto, e o Viva, com lançamento previsto para agosto de 2023. Entretanto, a empresa revisou esse cronograma, que agora prevê um navio em 2025, dois navios em 2026 e um navio em 2027.


Ao contrário de outras grandes companhias de cruzeiros, a NCL resistiu ao desejo de alimentar seus dois primeiros navios da classe Prima com gás natural liquefeito. A empresa começou a testar misturas de biocombustíveis e assinou um acordo com a MAN Energy Solutions em outubro para explorar a viabilidade de adaptar os motores existentes para funcionar com diesel e metanol.


2 visualizações0 comentário

留言


bottom of page